Ele é Pai

     A família é, sem dúvida, a maior instituição de Deus. Quando Deus criou Adão e Eva, disse a eles: “Sejam férteis e multipliquem-se! Encham e subjuguem a terra!” (Gênesis 1:28a). Ele estava criando a família. Em Salmos 127:3, aprendemos que “Os filhos são herança do Senhor, uma recompensa que Ele dá”.

     Por todas as Escrituras, vemos o quão preciosa é a família aos olhos de Deus. Ele mesmo se intitula nosso Pai e nos chama de filhos em vários versículos. Jesus nos chama de irmãos a todo instante.

     O Senhor tem um amor especial pela família, e Ele usa a família para nos explicar quem somos para Ele e quem Ele é para nós. Muito mais que um Deus que nos criou, Ele é nosso Pai. Pai que protege, cuida e provê.

     Eu tive um pouco de dificuldade de entender o amor de Deus como Pai para mim. Vindo da família que eu vim, com a separação dos meus pais e o afastamento do meu pai por mais de 3 anos, eu não tinha uma boa imagem de pai e, portanto, era difícil compreender que havia um Pai sem falhas, um Pai que me ama e que só quer o meu bem. Eu acreditava que se Deus era pai, Ele era um pai mandão, cheio de regras e que eu não poderia fazer isso ou aquilo. Mas amoroso e paciente como Ele é, à medida que busquei conhecê-Lo melhor, fui entendendo o Pai de amor que Ele é. Que, em vez de ditador, Ele é um Pai cuidadoso, que quando em suas Escrituras me instrui a não fazer algo é porque Ele quer meu bem, não quer me ver sofrer. Ele é um Pai de amor, que cuida dos seus filhinhos, que os alerta e os ensina.

     E assim como Ele nos ensina com amor, Ele deseja que ensinemos aos nossos filhos. Que mostremos a eles o amor de Deus. “Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças. Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar”. (Deuteronômio 6: 5-7).

     Quando eu entendi que Deus me amava e que buscava um relacionamento comigo, um relacionamento de Pai e filha, e que Ele não é um ditador, eu compreendi que obedecê-lo me faria bem. Assim como quando eu falo para o meu filho de 2 anos para não pular do sofá, eu falo não porque eu sou mandona, mas porque eu o amo e não quero que ele se machuque. Se ele pular, vou continuar amando ele do mesmo jeito, mas, infelizmente, eu não tenho como tirar dele a dor da consequência de sua desobediência. Quando Deus nos dá direções, Ele quer nosso bem. Porque, como Pai, Ele sofre em nos ver sofrer.

     É esse amor que primeiro vem dEle, e que nós retribuímos com obediência, que Ele quer que ensinemos aos nossos filhos. Para que também nossos filhos experimentem do amor do Pai. Ensine a seus filhos com persistência, não desanime. Os tempos são difíceis, a correria do dia a dia nos deixa bastante atarefados. Mas jamais se esqueça que seu primeiro e principal ministério é a sua família. Seu cônjuge e seus filhos são o ministério precioso que Deus te confiou.

     Tenha tempo para sua família, invista tempo de qualidade com os seus. O amor e o carinho são mais importantes que o dinheiro e a beleza. Quando, em Deuteronômio, o Senhor fala “Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar”, Ele está nos dando as direções. Como fazer, o que fazer. Fale do amor de Deus, mostre a seus filhos que Ele é um Pai de amor que cuida, protege e provê.

 

Eu tive a honra de ter esse texto publicado na revista Evellis.

Agradeço de coração ao Ademir Simão pela oportunidade!

 

  

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s