A cura da minha coluna

Em 2006, aos 16 anos de idade, eu comecei a sentir muitas dores nas costas. Essa dor foi aumentando com o tempo e em 2007 depois de exames, eu descobri que tinha Escoliose. A escoliose é uma deformidade em curva da coluna vertebral.

Screen Shot 2015-07-31 at 4.56.13 PM

Graças à Deus, minha situação não era tão grave como a de muitas pessoas que ficam completamente tortas.

Fiz um ano de fisioterapia, que me ajudou muito, mas eu ainda sentia dores, e pra aliviar eu tomava remédio pra dor.

Em 2008, eu fui morar em Maceió, mas ia com frequência pra Arapiraca nos finais de semana. E foi em um desses finais de semana visitando minha mãe, que Deus fez um milagre em mim.

O vizinho da minha mãe era um pastor, Pr. Gilmar. E eles estavam fazendo umas reuniões na casa dela, de vez enquanto, com a vizinhança, pra ler a Palavra de Deus e conversarem sobre Deus.

Minha mãe me chamou pra ir pra sala onde ia ter a reunião e eu não queria deixar a tv pra ir ouvir o pastor. Mas ela insistiu muito e eu não queria contraria-la. Fui, e tudo que o pastor falava, em minha mente eu contestava. Tudo que ele falava que era eu perguntava em minha mente: quem disse que é? Até que chegou a um ponto que parecia que ele estava respondendo as perguntas que eu estava fazendo em pensamento. Veja bem, ele não estava lendo minha mente, isso não é possível, mas O mesmo Espirito Santo de Deus que estava usando ele pra pregar, estava me ouvindo.  E o pastor, sem nem saber, estava respondendo as minhas duvidas e questionamentos.

Não, eu nao lembro o que foi que ele estava falando naquela noite. Só consigo me lembrar de quando ele falou: “Deus quer curar uma pessoa entre nós hoje” Claro que eu pensei que não era eu. A chata que questionou Deus em cada palavra do pastor. A que não estava acreditando em nada daquilo. Porque eu?

O pastor olhou pra mim e falou que Deus queria curar minha coluna. Confesso que minha reação foi olhar com raiva pra minha mãe. (Desculpa mãe) Eu achei que ela tinha contado da minha coluna pra ele, e que aquilo era tudo armação. hahahah Inocente! Ela viu minha cara de raiva e ja foi logo falando “eu nunca disse nada pra ele”. Ele falou pra eu me levantar, e eu, descrente levantei e fui. Jurando que não ia acontecer nada.

Ele pediu a esposa dele pra colocar a mão dela na minha coluna e ele colocou a mão dele em cima da mão dela. E eles começaram a orar. Eu não lembro o que eles falavam, eu acho que no dia mesmo eu não conseguia entender, porque simplesmente algo muuuito esquisito e inexplicável começou a acontecer comigo.

A forma mais clara que consigo explicar é que minha coluna se transformou em borracha, eu sentia ela mexendo todinha, pra um lado e pro outro, como se fosse uma borracha, uma gosma, algo elástico. Não sei dizer. E um calor em toda região da coluna. Eu só lembro que eu estava em prantos, chorando muito. Incontrolavelmente.

Eu nao sentia dor nem nada do tipo. Minha coluna se movimentava tão violentamente que meu corpo todo ia pra um lado e pro outro, aos olhos de todos. E a única coisa que o pastor e sua esposa fizeram foi tocar em mim e orar. Só! Eles não me pegaram e ficaram me movendo de um lado pra outro, eles não me empurraram ou coisa do tipo. Não foi, não tem como ter sido, obra das mãos deles, somente de Deus. Eles foram instrumentos fundamentais, eles deixaram de estar na casa deles assistindo televisão, pra ir pra casa da vizinha, falar de Deus pra um monte de gente que não eram da mesma religião que eles. Acho que eles eram os únicos evangélicos. Mas eles entenderam que Deus não é limitado por uma placa numa igreja, não se limita a denominação, Deus é amor, em todos os lugares. E Ele deseja que todos saibam que Ele nos ama e quer nos ajudar, só basta a gente querer.

Eu não sabia que Deus curaria uma pecadora como eu. A mais chata, questionadora. A única que estava ali sem querer estar, que não estava acreditando em nada que estava sendo falado. Mas Ele me mostrou que Ele me ama independente de como eu sou. O amor dEle por mim não depende do meu amor por Ele. Porque Ele é Deus, e nada muda isso. Ainda que eu não cresse, não aceitasse, não quisesse, Ele é Deus e sempre será!

Nós, humanos, somos tão condicionais. Achamos que temos que não ter pecado nenhum pra poder ir pra igreja. Pra conversar com Deus. Pra ter um relacionamento com Ele. Mas Ele não é como eu e você.

“A benignidade do Senhor jamais acaba, as suas misericórdias não têm fim;
renovam-se cada manhã. Grande é a tua fidelidade.”
Lamentações 3:22,23

O amor de Deus NUNCA FALHA! Nunca acaba!

O teu reino é reino eterno,
e o teu domínio permanece
de geração em geração.
O Senhor é fiel em todas as suas promessas
e é bondoso em tudo o que faz. O Senhor ampara todos os que caem
e levanta todos os que estão prostrados.

Salmos 145:13-14

Que Deus é esse que não se cansa de me amar?

Eu não sei você, mas quanto a mim, eu sempre amarei àquele que sempre me amou. Eu sempre buscarei nEle todas as coisas que preciso. Eu sempre, sempre, sempre, falarei do Seu amor, por onde quer que eu for. Porque Ele está em mim, o meu dia-a-dia é com Ele. E não há como não falar sobre Seu amor.

Meu Pai, meu amigo, meu ajudador, provedor, consolador, minha alegria, minha esperança, minha salvação!

À Ele, sempre, todo louvor.

Screen Shot 2015-07-31 at 5.47.45 PM

E essa não foi a única cura que Ele operou em mim, mas a outra eu conto em outro post. 😀

Nayanna Amaral

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s